Você usa #hashtags?

5 08 2010

por Ricardo Palma

hashtags

Uma das coisas que as pessoas mais estranham ao começar a usar o Twitter é aquele sustenido (#) seguido de uma palavra. No meu caso, quando criei minha conta no microblog, comecei a seguir diversas pessoas e, passeando um pouco pelo site, eu me deparei com diversos tweets do tipo “@fulano @ciclano @beltrano @RicardoPalma_ #FF”. Achei aquilo algo extremamente sem sentido porém resolvi descobrir como funcionava. Quando cliquei no #FF, fui direcionado para uma página que mostrava todos os tweets com o mesmo assunto, todos no mesmo estilo desse que tinha acabado de ver. Conforme fui usando e descobrindo o Twitter, fui me acostumando com as hashtags e com o funcionamento do Twitter. Outras hashtags interessantes e que sempre surge na timeline são o #nowplaying e o #musicmonday.

E qual a aplicação disso no ambiente empresarial?

As aplicações são várias e existem mil maneiras de utilizar as hashtags. Um bom exemplo do uso delas é o Twitter da Kombo (@vagaskombo), que utiliza a tag #emprego sempre depois de seus tweets. Quando um usuário digita ‘emprego’ no campo de pesquisa, fica bastante evidente nos resultados que os tweets da Kombo se tratam de vagas de emprego e não apenas uma palavra solta dentro dos 140 caracteres.

Um caso bastante interessante do uso das hashtags é o do Banco Itaú, que fez um hotsite em que havia um video com pessoas falando sobre uma empresa, um feed do Twitter que mostrava os tweets com a tag #QueEmpresaEEssa e um aviso de que a empresa seria revelada no dia 31 de julho de 2010 (doquevoceefeito.com.br). Muitas pessoas tentaram adivinhar qual era a empresa e isso se espalhou como viral. No dia em questão foi revelada a empresa (Itaú) e uma surpresa: a campanha era pra divulgar o programa de talentos da empresa. O Itaú, além de conseguir fazer uma comoção geral na rede social, ainda teve muito mais acessos no site de sua campanha do que teria nos modos tradicionais.

Para você que quer saber mais como funcionam as hashtags, #FikDik: hashtags.org. Lá, você pode pesquisar as hashtags existentes e ver um gráfico do uso delas nos últimos dias, além de conferir os últimos tweets em que as hashtags apareceram. Abaixo, um exemplo gráfico com a hashtag #FF:

#FF

@RicardoPalma_ #FF

Já era de se esperar que uma hashtag denominada “FollowFriday” tem seu pico de uso na sexta-feira não é? O que chama a atenção é que tem gente que usa em outros dias da semana…

Eu fico por aqui e, se tiverem alguma dúvida, podem perguntar nos comentários!

Anúncios




12 Fatores-chave que devem ser monitorados nas Mídias Sociais

13 07 2010

por Maria Fernanda

Google alerts, Twitter, Hootsuite e muitas outras ferramentas estão disponíveis gratuitamente para que possamos monitorar as redes sociais de forma gratuita, rápida e simples. Isso é fato, entretanto, que tipo de informação é vital para sua empresa? Por onde começar, se esse é o seu caso? Como aprimorar? Nesse post de Andy Beal, da TrackUr (empresa que comercializa soluções pagas para monitormaneto de mídias sociais nos EUA), dá algumas dicas sobre essa tarefa. Achei muito válido e, por isso, trouxe aqui para o ContextoWeb (tradução livre e minha – fiquem à vontade para encontrar meus erros e corrigi-los).

monitoramento

O segredo é: monitorar

1. SEU NOME

Afinal, eu tenho certeza que você vai querer monitorar o seu branding pessoal e saber o que andam falando de você por aí. Andy diz ainda, para você monitorar seus usernames de redes sociais, como por exemplo, meu twitter @mfernandalp.

2. O NOME DA SUA EMPRESA

Porque estamos aqui para fazer negócios crescerem e não celebridades individuais (a menos que esse seja o se negócio – hehe)

3. OS NOMES OU MARCAS DOS SEUS PRODUTOS

Ipod, Corolla, McSundae, etc.

4. O NOME DO SEU SUPERIOR OU REPRESENTANTE MÁXIMO DA EMPRESA

Presidentes, CEO’s, você mesmo, tio rico, tudo vai depender de como sua empresa está estruturada. É importante monitorar essas pessoas, pois você não vai querer ser o último a saber das novidades e possibilidades de negócio.

5. A PESSOA RESPONSÁVEL PELAS MÍDIAS SOCIAIS

Nada mais sensato, pois se o incubido de representar a sua empresa online possuir referências negativas no mundo digital, talvez você tenha cometido um grande erro destacando-o para a função.

6. SUA MENSAGEM DE MARKETING

Seja ela um slogan bastante difundido em todas as mídias ou o seu conceito de produto confrontado com o que os consumidores falam dele. Esse tipo de informação de Marketing é vital e possui altos custos se feito a partir de pesquisas tradiconais.

7. CONCORRÊNCIA

Outra informação de marketing muitíssimo valiosa e que dispensa explicações.

8. SETOR ECONÔMICO

Indústria de computadores, farmacêutica, criação e design, tudo aquilo que tiver a ver com o seu negócio e dê uma idéia do contexto macro-econômico em que a você está inserido.

9. PONTOS FRACOS

Reconhecer sua debilidades e monitorá-las via redes sociais é um ato de inteligência que pode dimensionar o quão importante esses pontos são, ou não.

10. PARCEIROS

Pois eles afetam diretamente o seu negócio e seus defeitos ou falhas podem acabar por manchar a marca da sua própria empresa, entre outros.

11. SEUS CLIENTES

Criar um relacionamento com seus clientes via rede social pode ser uma inteligente forma de fidelização e disponibilização de informações relevantes para novos produtos e serviços.

12. SUA MARCA E PROPRIEDADE INTELECTUAL

Afinal se você gastou muito tempo e dinheiro para cuidar dela, não há razão para que terceiros apropriem-se indevidamente do seu trabalho.

Até a próxima!